A comunicação sempre foi essencial e parte da natureza humana. Com o passar do tempo e o avanço tecnológico, novas formas de interagir surgiram e uma delas é a linguagem dos emojis. Hoje eles já são populares e servem para facilitar a expressão de nossas emoções e reações em conversas no celular, computador ou internet de um modo geral. 

No entanto, apesar da popularização, ainda pode existir dúvidas sobre como se expressar da maneira correta com os emojis, em que momento utilizá-los, para que servem ou como não utilizar.

Mas não se preocupe, vamos esclarecer essas dúvidas aqui, para facilitar ainda mais suas conversas virtuais!

Leia também: O que é melhor: iPhone ou Android? Entenda as diferenças

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM COM OFERTAS PERFEITAS PARA VOCÊ

Por que os emojis surgiram?

Quando expressamos um sentimento presencialmente como alegria, tristeza, felicidade, fica fácil identificar. Mas, no ambiente virtual, nem sempre é possível entender a conotação de uma frase. 

No entanto, algumas palavras e emoções podem ser substituídas por emojis, permitindo que quem esteja do outro lado da tela possa compreender suas emoções. 

Mas, afinal, como surgiram os emojis? Quem foi o responsável por criar esta ferramenta que facilita as comunicações? Saiba que a necessidade em expressar emoções através da escrita surgiu há bastante tempo. 

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

Em 1982 foi criado o primeiro emoticon pelo norte-americano Scott Fahlman. Ele sugeriu para a Universidade Carnegie Mellon, onde trabalhava, utilizar símbolos que representassem emoções, como tristeza ou felicidade, para distinguir o que seria um conteúdo bem humorado dos demais.

Já por volta da década de 90, o japonês Shigetaka Kurita, que trabalhava para a empresa telefônica NTT DoComo, trouxe os emojis à tona quando possibilitou utilizar corações em mensagens e, decorrente do entusiasmo dos adolescentes, ganhou popularização. 

Bom, essa é a história resumida, mas a verdade é que essas figurinhas se popularizaram mesmo após diversas empresas criarem e adaptarem os emojis. No ano de 2009, o Google incorporou os emojis do Unicode, um padrão de codificação universal. 

Já em 2011, a Apple decidiu inserir os emojis direto no teclado dos celulares. Dois anos depois, os Androids também receberam o mesmo recurso.

Leia também: Como assistir live do Instagram no PC: descubra já

Diferença de emoji e emoticon

Pode parecer que Emoticon e Emoji são a mesma coisa. Mas a verdade é que os dois são bem diferentes.

Os emoticons, como falamos anteriormente, surgiram primeiro. Eles são criados a partir de sinais de pontuação junto com números ou caracteres especiais e podem representar expressões faciais como um rosto sorridente.

Já os emojis são ilustrações com figuras pequenas, que podem representar diversas expressões e até mesmo objetos e diversos símbolos.

Como se comunicar através da linguagem dos emojis?

Mesmo que pareça algo simples, é preciso compreender como utilizar da maneira correta, afinal, os emojis que você usa em uma conversa descontraída entre amigos certamente não usaria no grupo da empresa, certo?

E, por isso, é preciso entender quando eles facilitam o diálogo e quando prejudicam. Mas, no geral, usar emojis para comunicação é quase indispensável nos dias de hoje e podem tornar um diálogo virtual muito mais próximo e divertido.

Ao contar uma história triste, por exemplo, para que a pessoa do outro lado do celular possa entender a conotação, colocar um emoji de carinha triste pode facilitar bastante. Já ao ler algo engraçado, você pode usar uma carinha rindo.

E isso vale para qualquer reação, já que existem diversos emojis que simbolizam as mais variadas emoções. 

Conheça alguns emojis e quando utilizá-los

Hoje em dia, os emojis já estão inseridos no teclado de seu smartphone, basta procurar pelo símbolo de um pequeno rosto sorridente e clicar para aparecer diversos emojis diferentes.

Existe por exemplo o emoji “chorando de rir”, que é utilizado para representar uma gargalhada, usado em momentos engraçados. Ou o emoji de “joinha” que representa uma reação positiva, podendo representar a aprovação de uma ideia, por exemplo.

Também existem os emojis tristes, como o emoji chorando, que é utilizado em momentos de grande tristeza, ou representando descontentamento. 

Quando não usar emoji em uma conversa?

Os emojis podem ser uma ótima maneira de aproximação com um indivíduo no meio virtual, fazendo com que algumas frases se tornem mais parecidas de como seriam ditas pessoalmente. 

Entretanto, em um ambiente virtual de trabalho, por exemplo, onde a linguagem utilizada é mais formal e menos íntima, alguns emojis poderiam ser considerados uma linguagem inapropriada para o contexto. 

É claro, isso depende de diversos fatores como a forma como você e seus colegas de trabalho se comunicam e se esse tipo de expressão é bem vista por todos. Mas vale a pena ter cuidado quanto à linguagem utilizada neste caso. 

Então lembre-se que em assuntos sérios, conversas menos descontraídas ou situações com menos intimidade e mais formalidade, talvez não seja uma boa ideia utilizar emojis, ou pelos menos, não todos.

Leia mais: Como postar vídeo no Instagram pelo PC? Descubra aqui!

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

ASSINE AGORA MESMO UM DOS PLANOS DA TIM FEITOS PARA VOCÊ

A linguagem dos emojis em empresas

Não vá pensando que por ser necessário ter mais cautela ao utilizar os emojis em grupos no Whatsapp de trabalho ou em assuntos mais sérios e formais, significa que você nunca deva usá-los neste contexto.

Diversas empresas já adotaram os emojis para comunicação em posts em diversas redes sociais. E vale lembrar que esses emojis não se limitam apenas às carinhas de emoções. 

Símbolos de setas ou alerta, por exemplo, também são considerados emojis e muito úteis para textos informativos. Neste caso, pode ser bastante utilizado por empresas, anúncios em redes sociais, entre outros.

Além disso, os emojis utilizados por empresas servem para humanizar o contato com o público. São usados por bancos, deliverys, lojas, marcas entre outros. 

Viu como a linguagem dos emojis pode ser muito útil na comunicação? Seja por empresas ou pessoas, vale a pena aderir aos emojis para expressar uma ideia, opinião ou emoção!

Gostou das dicas? Compartilhe com alguém que se interesse pelo assunto. Para ler outros conteúdos como este, visite o blog Mais TIM!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui