A conexão à internet se tornou indispensável para a vida moderna. Sobejada de tecnologia, a sociedade atual parece ter uma ligação tão estreita com seus aparatos eletrônicos que é impossível manter a rotina sem uma rede por perto. Porém, você sabe se é melhor uma internet por cabo ou wifi?

A pergunta não tem uma resposta objetiva, visto que ela depende de alguns fatores a serem analisados para ser formulada com precisão. Além disso, é preciso, antes, determinar qual o seu perfil de usuário bem como qual a sua velocidade de conexão.

Por isso, preparamos esse post para que você consiga minimamente entender o que está em jogo e quais são as características da sua rede. Ademais, apresentamos os critérios técnicos dos seus dispositivos que podem influenciar nessa percepção.

GARANTA UM PLANO COM REDES SOCIAIS ILIMITADAS AQUI

Internet por cabo ou wifi

Em termos gerais, ter uma banda de qualidade para conexão à internet é possível em ambos os casos. Contudo, há situações em que, sim, o cabo oferece uma solução mais sólida para a sua rede.

Entenda, então, a diferença entre os perfis de usuário possíveis:

Para empresas: cabo é a melhor solução

Se você tem um perfil empresarial e está avaliando como realizar a manutenção da sua rede naquilo que diz respeito à sua empresa, o cabo é a melhor solução tecnológica para ter computadores vinculados a uma rede.

Isso acontece, pois há menor perda de sinal (banda), e esse tipo de conexão impõe uma conectividade física. Ou seja, um computador, para estar presente na rede, depende de estar fisicamente ao alcance dos cabos do seu servidor pontual assim como pode – ou não – depender de login e senha.

Note que, em questionando cabo ou wifi nesse caso, optando pela segunda opção, você permite que alguém com acesso eventual possa violar a segurança imposta pela senha, somente. Assim, pode estar sujeito à invasões de quem somente alcance o sinal da sua rede. Por isso, se esse for o caso, é bom pensar um pouco sobre segurança digital.

Porém, para o caso de quem oferece internet a seus clientes, o sinal via wifi é, seguramente, a melhor opção. Já imaginou dizer a um cliente “ligue esse cabo a seu computador”? Seria completamente retrógrado em termos atuais.

Nesse sentido, geralmente há uma segunda rede ofertada somente aos clientes, por questões de segurança. A TIM oferece internet para quem quer cedê-la a clientes, e você pode conferir como funciona neste link.

Para casa: cabo ou wifi depende do usuário

Se você está se perguntando qual a melhor opção de internet para sua casa, cabo ou wifi, a resposta vai depender de fatores individuais dos usuários que vão fazer uso dessa rede.

Por exemplo, se você for um gamer, a melhor opção é definitivamente o cabo, pois ele oferece menor perda de sinal, consequentemente impõe menos lag, e sofre menor impacto de oscilações e interferências. Geralmente, obstáculos físicos causam esse último problema, tais quais paredes, portas ou distâncias maiores do roteador.

Se você vai usar a rede em um notebook para usos do dia a dia, a resposta depende mais de o que você vai fazer ou a que distância vai estar do distribuidor de sinal. Em casos mais comuns, o wifi é uma opção mais vantajosa, pois permite mobilidade ao usuário e elimina a dependência de cabeamento físico.

Entretanto, se sua casa for muito grande, com muitas paredes e, em alguns lugares dela o sinal se tornar escasso, o cabo pode diminuir esses infortúnios. Há soluções que contornam essas perdas, como duplicadores de sinal, mas elas impõem a compra de periféricos que, geralmente, demandam algum investimento maior.

Velocidade com cabo ou wifi

Aqui está um ponto-chave da nossa análise, e vai depender de quanta banda larga você tem disponível na sua rede.

As conexões wifi são regidas por protocolos que interferem na capacidade máxima de entrega de ficheiros. Ou seja, dependendo do que você tem em termos de roteador, vai chegar a um teto de megabytes entregues por segundo. Confira os protocolos atuais:

  • 802.11a: Funciona na frequência 5Ghz, alcançando até 54Mbps de velocidade; tem dificuldade para distribuir sinal em ambientes com muitos obstáculos.
  • 802.11b: Usa a frequência 2.4Ghz, porém com no máximo 11MB/s de velocidade.
  • 802.11g: Chega a 54MB/s de velocidade em frequência de 2.4Ghz.
  • 802.11n: Com mecanismos de transmissão diferentes, alcança 600MB/s de velocidade.
  • 802.11ac: Utiliza a frequência de 5Ghz, conseguindo alcançar velocidades de até 866.7MB/s.

As conexões via cabo trabalham com velocidades bem superiores, numa média geral, conforme você pode ver abaixo:

  • Cabo cat6: Avançado, alcança até 10GB/s.
  • Cabo cat5e: O mais comum, alcança até 1GB/s.

Numa avaliação rápida, determinar se a sua banda larga vai ser mais rápida com cabo ou wifi parece ser uma pergunta simplista, mas ela não traduz a realidade dos fatos, também. Isso, porque é preciso saber qual o valor em Megas (ou em Gigas – para quem tem muita internet) que a sua conexão tem.

No caso de você ter uma internet de 1MB (Mega), a pergunta chega a se tornar irrelevante, pois todos os protocolos amparam essa velocidade de transmissão.

Porém, no caso de você ter a internet TIM Live Ultrafibra, que consegue entregar até 2 Gigas, daí é outra história. Aqui, somente com equipamentos mais avançados seria possível desfrutar de toda a banda que você tem. A TIM entrega o equipamento pra você, mas no caso de outras contratações, seria preciso verificar o caso a caso.

Aparelhos influenciam na escolha por cabo ou wifi

Outra questão que precisa ser entendida é a seguinte: seus aparelhos também vão conter uma placa wireless que pode influenciar na resposta à nossa pergunta-chave!

Atualmente, a maioria dos aparelhos eletrônicos de última geração chegam com as conectividades mais avançadas. Sobretudo, porque as conexões andam extremamente evoluídas. Porém, você pode ter aparelhos mais antigos, e, nesse caso, de nada adianta ter muita velocidade se você não consegue desfrutar dela.

É mais ou menos assim: ter um supercarro, porém que conta com um limitador de velocidade.

Vamos dar um exemplo: se você tiver a TIM Live com 2GB, porém tiver um tablet Samsung Galaxy Tab E-560/561, você não vai chegar nem perto de desfrutar de toda essa conexão. Isso, pois você será barrado perto de 30MB/s (a Samsung falhou feio nesse quesito do modelo).

Do mesmo modo, se seu computador ou notebook fizer uso de rede via cabo ou wifi, porém a placa de wifi for ultrapassada, você não poderá sobrepassar as limitações impostas por ela em termos de wireless.

Então, se você está pensando em comprar um celular ou um notebook, vale a pena dar uma olhada nas especificações técnicas, mais especificamente na aba conectividade, para ver se eles acompanham o tamanho da sua rede. Pois, de nada adianta ter muita internet, porém não ter como usá-la.

Resumindo uma resposta

Num quadro geral, ambas as opções entregam boas velocidades ao usuário. Porém, conforme o perfil de usuário, há escolhas que são certeiras.

  • Empresas: Cabo, tanto por velocidade quanto por segurança.
  • Casa: Cabo ou wifi, pois geralmente temos velocidades em torno de 50MB/s, suportada por ambos os casos.
  • Casa com muita internet: Cabo ou wifi, mas é preciso avaliar tanto o roteador quanto seus dispositivos.

E, lembre-se, em tablets e notebooks você precisa verificar a conectividade da placa wireless!

Vale ressaltar que há quem somente possa desfrutar da internet por wifi mesmo estando em casa. Esse é o caso de quem mora em zonas rurais não amparadas por cabeamento de rede.

Nesse caso, a TIM oferece uma modalidade de internet 4G com a maior cobertura do Brasil que acaba sendo distribuída por wifi. Se você quer conhecê-la, pois se enquadra nessa situação, leia tudo sobre a TIM Internet Rural neste link.

QUER REDES SOCIAIS LIVRES? CONHEÇA O TIM BLACK AQUI!

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem-informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui