O chip eSIM TIM representa a nova tecnologia de chips que está por se difundir no mercado de telefonia móvel. Apesar de estar presente em poucos celulares até o momento, evidencia um grande salto na evolução do periférico.

As diminuições recentes no tamanho do cartão SIM nem bem se solidificaram, e o próximo passo já começa a se apresentar. Isso, pois o eSIM significa “embedded SIM card”, em inglês, ou “cartão SIM embutido”.

Nesse novo formato, o dispositivo deixa de ser físico e encaixado em uma gaveta do celular como tradicionalmente estamos acostumados. Assim, passa a ser um módulo “virtual” de conexão, o qual pode ser, inclusive, ativado por um simples QR Code.

Até o momento, apenas aparelhos mais recentes como iPhone XS, XS Max, XR, iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max, da Apple, Galaxy Fold, da Samsung, e Moto razr, da Motorola, contam com a evolução. E, não se engane, pois não tem a ver como “selecionar aparelhos” para ativação, mas com esses “trazerem” a tecnologia consigo.

Descubra, então, tudo sobre o chip eSIM TIM e conheça suas vantagens e desvantagens. E uma das vantagens, vale antecipar, é que seu telefone se tornará muito mais seguro com essa tecnologia!

GARANTA SEU CELULAR COM MUITA INTERNET AQUI

Chip eSIM

Tradicionalmente, a identificação dos aparelhos celulares e suas linhas telefônicas junto às operadoras é feito pelo cartão SIM. Esse é o item responsável por armazenar as principais informações de um usuário, tais como número, operadora, contato e serviços, além encriptar transmissões particulares, como chamadas telefônicas.

Em termos gerais, o chip, seja ele externo ou embutido, é a parte mais importante de um celular, seja ele um telefone barato ou um dos últimos lançamentos. Trata-se de um processador de computador inteligente que permite que o smartphone não seja somente uma máquina desvinculada de telefonia ou conexão à internet.

Depois de todas as diminuições ocorridas em seu tamanho físico, as quais podem ser vistas naquele monte de encaixes que acompanham o chip no momento da compra, a mudança mais recente está relacionada à ausência de uma gaveta para encaixe do chip eSIM. Como ele é um módulo embutido, tornaria desnecessária uma abertura externa para inserção.

Porém, não se assuste, pois isso não acontecerá repentinamente. Os smartphones mais recentes, que vêm ofertando a tecnologia eSIM ao mercado, ainda não abandonaram o SIM físico. Uma gaveta para o SIM está presente enquanto o módulo eSIM está embutido. É com essa configuração, por exemplo, que esses modelos conseguem operar como celular dual chip.

A parte chata é que, geralmente, telefones que ofertam uma gaveta para expansão da memória por cartão microSD estão falando exatamente sobre a do SIM Card. Ou seja, ou você expande a memória usando o eSIM, ou usa o cartão SIM físico e não pode expandir a memória.

Chip eSIM TIM

A TIM está sempre andando junto das maiores inovações do mercado de tecnologia móvel, e o exemplo mais recente é seu pioneirismo na conectividade 5G, que já está sendo testada. Por isso, não seria diferente com a evolução do cartão SIM.

Agora, alguns clientes da operadora já podem ativar o seu chip “virtual” em seus smartphones, abandonando a necessidade de um chip físico. Porém, é preciso atender, antes, a dois requisitos:

Celulares com chip eSIM

Primeiramente, entenda que é preciso contar com algum dos aparelhos mais recentes (mesmo) do mercado. No caso brasileiro, estamos falando de uns poucos modelos, os quais podem chegar a valores quase astronômicos para o segmento. Esse seria o melhor adjetivo para avaliar o Galaxy Fold, ainda em preço de lançamento: R$12.999.

Porém, há modelos mais em conta, além de haver celulares ofertados no exterior que possivelmente possam ser ativados no Brasil. Essa não é uma garantia, pois há também questões banda de frequência envolvidas, então esteja atento a cada caso. Não adianta importar um celular se ele opera sobretudo na rede 4G com frequências diferentes das nossas.

Você pode desfrutar do chip eSIM TIM nos seguintes aparelhos:

Há modelos que já trazem a tecnologia, porém chegam ao mercado nacional por vias paralelas, ou seja, não são disponibilizados pelas suas próprias fabricantes. Esse é o caso da linha Pixel, da Google, além de alguns celulares da Xiaomi, a qual avança cada vez mais sobre o segmento de smartphones no Brasil.

E não há como ativar um “chip virtual” em aparelho que não traga o chip embutido! Então, se você está pensando em trocar de celular, e sentiu algum agrado pela ideia de abandonar o seu SIM card físico, talvez seja uma boa hora para considerar planos de celular que facilitam a compra de modelos recentes e avançados.

Planos que permitem o chip eSIM

Como nem tudo são flores, nem todos os planos de celular permitem a ativação do chip eSIM TIM.

Apesar da intenção de deixar todo e qualquer usuário possa desfrutar da tecnologia, somente os que atualmente contam com planos pós-pagos ou Controle o podem fazer.

Estando habilitado, saiba que o chip eSIM TIM permite até 8 linhas no mesmo celular, porém com apenas uma ativa por vez. Então, se você conta com uma linha profissional e outra particular, por exemplo, um simples clique é suficiente para ativar ou desativar uma delas, a depender da situação.

Vantagens do eSIM

Algumas vantagens do eSIM são bem salientes, enquanto outras são bem louváveis! Depende de quem as vê!

Primeiro, você pode ter até 8 linhas simultâneas no mesmo aparelho. Ou seja, celular dual chip já é coisa do passado. Porém, só uma pode estar ativa por vez, enquanto as outras precisam permanecer em stand by.

Segundo, a troca de chip independe da troca física do módulo. Assim, quando você viajar ao exterior e precisar de um chip local do destino, ou mesmo de um chip extra com roaming internacional, ativá-lo e alternar entre contas será bem mais fácil.

Por fim, como o módulo não é mais retirável, seu smartphone nunca poderá ter o chip desativado. Por isso, se ele for roubado, por exemplo, nunca se desvinculará da internet, tornando essa prática bastante mais complicada para os meliantes. Pois, a qualquer momento, ele poderá ser localizado e manuseado pelo dono a distância.

Desvantagens do eSIM

A desvantagem mais aparente que acompanha o eSIM em geral é a tarefa relacionada à troca de chips. Imagine, pois, que você queira usar seu chip em outro celular “rapidinho” porque ficou sem bateria e precisa acionar um contato.

Nesse caso, a tarefa ficará bem mais difícil, já que dificilmente você guardará consigo os dados necessários para ativá-lo num novo celular.

No mesmo sentido, a operação pode ser feita por meio de um QR Code. Mas, será que levaremos o QR junto de nós para uma eventual emergência? Pois parece bem improvável.

Se você já tiver um aparelho compatível com a tecnologia do chip eSIM TIM e estiver, agora, buscando por um plano, saiba que o TIM Black é a melhor opção. Com ele, você pode contar inclusive com roaming internacional gratuito todo mês, o que te permite usar o seu próprio chip da TIM em qualquer lugar do mundo sem custo extra.

ENCONTRE O SEU PLANO TIM BLACK AQUI

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece Mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui