Em algum momento todos os usuários enfrentarão problemas com a conexão Wi-Fi. A rede pode apresentar lentidão quando está com excesso de pessoas, por exemplo, e tudo o que você precisa não é carregado. E então surge a pergunta: “Como conectar cabo de rede no notebook”?

Pois é, o jeito é encontrar um ponto de rede via cabo e seguir com sua navegação, concluir seus downloads e entregas de demanda sem maiores complicações.

O que pode acontecer ao optar pela conexão do cabo, é que a velocidade continua sendo a da conexão Wi-Fi. Existem algumas soluções para isso, como desligar o adaptador wireless do computador, por exemplo. 

Porém, nem sempre funciona e é tão simples assim. O que pode acontecer em alguns notebooks, é que ao desligar o dispositivo sem fio, a placa de rede comum também fica offline.

Para ajudar com o problema, e ainda permitir que ao conectar o cabo a conexão física permaneça como preferencial no seu PC, separamos algumas dicas importantes para você entender como conectar cabo de rede no notebook.

Leia mais: Internet por cabo ou Wifi? Qual a melhor opção?

Como conectar cabo de rede no notebook

Em uma rede doméstica, a conexão Ethernet mais comum de configuração do roteador é entre modem e roteador para computadores. Pode acontecer também a configuração de outros dispositivos de rede que usam cabos Ethernet.

Normalmente, os roteadores permitem que você conecte o cabo a outro roteador ou switch em cascata, caso você deseje conectar mais dispositivos juntos via conexão com fio Ethernet.

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

Para conectar o cabo no notebook, basta inserir o cabo de rede no modem, e no notebook, e seguir o passo a passo:

  • Aperte a combinação de teclas Windows + R;
  • Na janela aberta, digite o comando ncpa.cpl e pressione Enter;
  • Uma janela com as suas conexões de rede será aberta ao fazer isso;
  • Em seguida, você precisa pressionar Alt para revelar uma barra de menus no Windows Explorer;
  • Nessa nova barra, selecione a alternativa “Avançado” e, depois, “Configurações avançadas”.
  • Depois disso, o Windows vai mostrar uma nova janela com configurações de prioridade entre as redes;
  • Na aba “Adaptadores e Vinculações”, selecione a sua conexão sem fio e troque a posição desta clicando no botão representado por uma flecha que aponta para baixo;
  • Repita o processo até que a conexão “Ethernet” ou similar esteja no topo da lista.
  • Ao final, é só aplicar as configurações clicando em “OK” e pronto. 

As novas definições devem começar a valer imediatamente. No entanto, pode ser necessário reiniciar o computador para que tudo comece a funcionar corretamente.

Internet a cabo ou Wi-Fi?

Para usuários que precisam de flexibilidade de local para trabalhar, por exemplo, as redes Wi-Fi são uma ótima opção, já que são rapidamente instaladas e praticamente não contam com custos de manutenção.

Além disso, podem ser acessadas de maneira fácil e rápida por qualquer computador ou aparelho em sua área de cobertura, o que ajuda o usuário a acessar de qualquer lugar.

É importante considerar essas vantagens na hora de estar conectado, porém, as conexões sem fio ainda possuem uma qualidade inferior à de redes cabeadas. 

Muitas vezes apresentam limitações como taxa de transferência de dados reduzida, acessibilidade menos protegida, maior vulnerabilidade na interceptação de informações e grandes instabilidades. Essas instabilidades são causadas por interferências de aparelhos eletrônicos e obstáculos aos seus sinais, como aquários, paredes de concreto, etc.

Dessa forma, ao optar por conexões por cabo o usuário conta com maior segurança em seu tráfego de informações, além de ter muito mais estabilidade, sem problemas de transmissões de dados e interferências em seus sinais. Ou seja, conta com um excelente rendimento, com velocidades de download e upload próximas dos limites máximos contratados.

Velocidade com cabo ou Wi-fi

Para ajudar você na decisão de usar internet a cabo ou Wifi, fizemos uma análise para entender o quanto de banda larga você tem disponível na sua rede.

As conexões sem fio contam com protocolos que interferem na capacidade máxima de entrega de velocidade de download e upload. Ou seja, dependendo do roteador, existem protocolos que limitam o teto de megabytes entregues por segundo. 

Confira os protocolos atuais:

  • 802.11a: Trabalha na frequência 5Ghz, alcançando até 54Mbps de velocidade; possui dificuldade para distribuir sinal em ambientes com muitos obstáculos.
  • 802.11b: Usa a frequência 2.4Ghz, porém com no máximo 11MB/s de velocidade.
  • 802.11g: Pode chegar a 54MB/s de velocidade em frequência de 2.4Ghz.
  • 802.11n: Com mecanismos de transmissão diferentes, alcança 600MB/s de velocidade.
  • 802.11ac: Utiliza a frequência de 5Ghz, conseguindo alcançar velocidades de até 866.7MB/s.

As conexões via cabo trabalham com velocidades bem superiores:

  • Cabo cat6: Avançado, alcança até 10GB/s.
  • Cabo cat5e: O mais comum, alcança até 1GB/s.

Motivos para usar um cabo de rede no notebook

Ao utilizar um cabo de rede, o usuário pode otimizar bastante sua produtividade. Por isso, fizemos uma lista de motivos para você adotar esse hábito ao se conectar em casa ou no trabalho:

  • Ganho de tempo de conexão;
  • Diminuição no risco de interferências;
  • Maior eficiência e aproveitamento dos equipamentos.

Tipos de cabo e suas especificações

Cabo de rede Cat5

O cabo padrão mais antigo entre cabos de rede, o Cat5, é muito utilizado em redes domésticas. A velocidade de transferência de dados abrange 10Mbps a 100Mbps. 

Porém, a utilização vem sendo substituída pelo padrão Cat5e, que suporta velocidades maiores demandadas pela evolução dos equipamentos.

Cabo de rede Cat5e

Como falamos, esse cabo é a versão melhorada do modelo Cat5, e surgiu para suportar velocidades de até 1.000 Mbps. 

Além disso, reduz a interferência da infraestrutura e minimiza a perda de sinal.

Dessa forma, é possível o uso de cabos mais longos, como algo por volta dos 100 metros permitidos, e é indicado para instalações domésticas e corporativas.

Cabo de rede Cat6

Para conexões mais parrudas, o Cat6 foi desenvolvido com um nível de interferência baixo, além de suportar velocidades de até 10 Gigabits e frequências de até 250 MHz.

Não é comum esse tipo de cabo ser utilizado em redes domésticas, já que dificilmente farão uso de todo o potencial apresentado. 

Por isso, a melhor aplicação deste modelo pode ser feita em locais onde a distância total de cobertura do cabeamento seja superior a 10 metros, com limite de 55 metros.

Considere seus aparelhos

Com conexões super evoluídas, a maioria dos aparelhos eletrônicos de última geração possuem as conectividades mais avançadas.

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Caso você tenha aparelhos mais antigos, não adianta ter muita velocidade caso não consiga desfrutá-la.

Se seu computador ou notebook faz uso de rede via cabo ou Wi-fi, porém, sua placa de Wi-fi é ultrapassada, você não poderá ultrapassar as limitações impostas por ela em termos de wireless.

Ou seja, caso queira comprar um celular ou um notebook, vale a pena dar uma olhada nas especificações técnicas na aba conectividade, para ver se eles acompanham o tamanho da sua rede.

Lembre-se de analisar suas necessidades sempre levando em conta as vantagens e desvantagens de cada tipo de conexão.

Depois de descobrir como conectar cabo de rede no notebook, é possível que você pode opte por combinar ambas, deixando um PC conectado por cabo a um roteador, para funções específicas, enquanto as outras máquinas recebem a transmissão de sinais sem fio. Ou até intercalar o uso entre o cabo e o Wi-Fi, por exemplo.

QUER REDES SOCIAIS LIVRES? CONHEÇA O TIM BLACK AQUI!

E aí, descobriu como conectar cabo de rede no notebook?

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem-informado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui