Cada vez mais as pessoas estão se perguntando como trabalhar pela internet. Apesar de o home office ser, em parte, uma imposição em tempos de quarentena, há quem prefira esse modelo, quem o almeje e, simplesmente, aqueles que já o alcançaram. Inclusive com vínculo formal estabelecido com grandes empresas.

Esse é o caso, por exemplo, de funcionários do Banco do Brasil, da Philips do Brasil e da Unilever. Nessas instituições, a carga horária é cumprida em parte a partir de casa, de uma a duas vezes por semana. No BB, porém, o escritório é em casa, e o escritório da empresa é visitado uma vez por semana, apenas.

Uma das vantagens desse modelo de trabalho é o aumento da produtividade, segundo Henk de Jonk, presidente da Philips Brasil, que chega a alcançar 5% anuais. Segundo a Global Workplace Analytics, os custos do negócio diminuem, pois é necessário menos espaço, há menos consumo dentro da repartição, e essa mudança pode economizar até 11.000 dólares por pessoa em home office, pelo menos nos EUA.

Para o funcionário, o benefício mais proeminente, sobretudo nos grandes centros, é a economia de tempo despendido com deslocamento. As horas perdidas no trajeto podem representar até 3 semanas livres – em horas – a mais no ano.

Há também quem queira aprender como trabalhar pela internet para ter seu próprio negócio, ser freelancer, investir no marketing de afiliados, e, para isso, é importante ter alguma noção do que se vai fazer. Além disso, também é importante construir um ambiente de trabalho que permita a sensação de realmente ter um home office, um escritório em casa, para que as distrações não afetem a rotina.

E, claro, esse será o nosso foco neste post: quem quer começar nessa empreitada!

QUER UM CELULAR COM MUITA INTERNET? CLIQUE AQUI E ENCONTRE O SEU

Requisitos para trabalhar pela internet

Ter internet de qualidade

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que um recurso é fundamental para um home office: internet banda larga de qualidade. Isso, pois uma internet que oscile pode prejudicar tanto o seu contato quando necessário quanto operações que a empresa demande.

E, vamos antecipar, não pense que a internet do seu celular pode dar conta do recado. Mesmo os planos mais avançados atualmente, tais como o TIM Black, que chega a entregar 34,5GB de franquia, podem não ser suficientes, por conta da conexão constante que é necessária.

Nesse sentido, tenha preferência pelos planos de internet fornecida com fibra ótica, pois eles tendem a ser mais estáveis, minimizando eventuais oscilações por conta de fatores externos, tais como chuvas ou temporais. Além disso, são potencialmente muito mais rápidas.

A TIM Live Ultrafibra tem destaque nesse segmento, levando a fibra até o modem da sua residência (a fibra em geral chega até o poste, e o que entra é outro tipo de cabeamento) e entregando até 2 Gigas por segundo.

Ter um escritório dedicado

Outro fator importante é que você tenha um escritório para si, mesmo que ele seja pequeno. O que acontece aqui é que, se incorporado a outro cômodo, você pode perder a fronteira entre o que é lazer dentro de casa e o que é trabalho. Além disso, se o seu escritório for no meio da sala, por exemplo, pode ser que você não desligue mais, estando sempre no Modo Trabalho.

Pode até parecer brincadeira, e você pode pensar que não vai acontecer com você, mas essa dica está presente em todos os Manuais do Home Office, sem exceção. Se for possível, é claro, mas um pouquinho de esforço é válido nesse sentido.

Se você não mora sozinho, por exemplo, ter um lugar reservado dentro da casa pode evitar que a rotina dela afete a sua concentração. Já imaginou atender a um telefonema importante sem conseguir dispensar o cachorro latindo, o filho chorando, pedindo, ou a televisão registrando que é importante limpar o celular contra o coronavírus?

Então, algumas dicas pontuais sobre o seu espaço:

  1. Defina o cômodo no qual você terá maior sossego;
  2. Então, escolha mobílias compatíveis com as de um escritório, afinal é isso que esse espaço é. Cadeiras ergonômicas são sempre uma excelente pedida, vale lembrar;
  3. Invista em equipamentos eletrônicos, tais como impressora, notebook, estabilizador e, se possível, um tablet para angariar mobilidade;
  4. Elimine todos os fios possíveis: mesas com entradas para fiação, mouses sem fio, impressoras por wireless contribuem muito;
  5. Invista algum dinheiro em iluminação, pois é debaixo dela que você vai passar o dia inteiro, praticamente. Se for possível desfrutar da iluminação artificial, pode ser benéfico tanto para sua saúde quanto para seu bolso.

Com que posso trabalhar pela internet?

O rol de profissões possíveis é extensa. Então, antes de pensar sobre como trabalhar pela internet, é importante pensar em quais áreas você se sentirá confortável para desenvolver suas atividades.

Aqui vão algumas das opções que andam em alta no momento:

  1. Loja virtual: e-commerce

Se você tem um produto, excelente. Abrir uma loja virtual pode ampliar o seu público e dar visibilidade ao seu produto sem que haja fronteiras. Porém, se você não tem um, não tem problema. O modelo tradicional também funciona: comprar de distribuidores e atuar como vendedor ao consumidor final.

  1. Blogs e canais monetizados

Sabe como funcionam os blogs e os canais de YouTube? Com anúncios, propagandas e patrocínios de conteúdo. Então, se você tem um conteúdo na manga e acha que ele tem um público para consumi-lo, essa pode ser uma boa forma de como trabalhar pela internet.

  1. Produção de Conteúdo Digital

Conteúdo digital é tudo o que é publicado na internet, praticamente, desde textos em blogs a textos em redes sociais, quando há investimento em marketing. Porém, o que muita gente não percebe é que há um profissional produzindo isso tudo, e recebendo por isso.

Assim, se você se dá bem com produção de textos e tem interesse nesse tipo de perfil, há demanda cada vez mais por esse tipo de mão de obra.

  1. Marketing de parceiros e afiliados

Sabe quando uma pessoa anuncia um produto que não é seu, mas disponibiliza um link? Esse marketing de afiliados tradicionalmente paga a quem o disponibiliza a cada venda realizada. Com muitos links, você pode receber muito dinheiro. Basta ter um público. Quer um exemplo? Clique aqui!

  1. Marketing Digital

Marketing, aqui, significa tudo que é relacionado com a manutenção do internauta em um determinado conteúdo, seja ele consumível, seja ele um funil que o leve até onde consumir. Fotos, textos, design visual, tudo entra na conta. E esse mercado é bastante grande.

Porém, há também quem se dedique ao SEO, que é o mecanismo que ranqueia os resultados das pesquisas orgânicas do Google. Para aparecer no topo das pesquisas, há um grande esforço do analista de SEO, que atua nas sombras. E esse mercado pode render muita grana, se houver dedicação.

Onde encontrar um “trabalho pela internet”?

Há plataformas que são uma mão na roda para quem quer dar uma conferida, pesquisada, procurada, entendida em tudo sobre como trabalhar pela internet. Então, conheça as melhores:

  1. Workana

No Workana, você pode anunciar seu trabalho como freelancer ou pesquisar por um para o seu projeto. Nesse caso, a primeira opção é a que conta. E, saiba, a plataforma é uma referência do segmento, e você pode anunciar praticamente todas as suas habilidades por lá.

  1. Hotmart

No Hotmart é possível anunciar produtos, tais como videoaulas, cursos e outros do gênero ensino, além de ser possível vender itens, tais como e-books. Nele, também é possível usar o sistema de afiliados, o que acaba ofertando ainda mais possibilidades de ganhar dinheiro.

  1. 99 Freelas

O 99 Freelas semelhante ao Workana, e é possível encontrar freelancer para praticamente todos os segmentos por lá. Desde advogados e engenheiros a produtores de conteúdo e especialistas em SEO. Ademais, a comunicação entre as partes – freela e contratante – pode ser realizada dentro da plataforma, o que facilita a busca.

Vale uma ressalva: quem trabalha como freelancer atualmente geralmente precisa ter uma microempresa individual (MEI) para a emissão das notas fiscais referentes ao serviço prestado. Por outro lado, investir em um negócio na modalidade home office exige as mesmas obrigações legais de um negócio físico. Ou seja, notas, declarações, Fisco, etc. Esteja atento.

CONHEÇA AQUI OS MELHORES PLANOS DA TIM

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece Mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui