Assim como as pessoas possuem um número de registro geral para identificação, o RG, os celulares também contam com uma anotação individual que os diferencia de outros. Único no mundo, o código permite saber informações sobre o aparelho e descobrir se há algum impedimento legal recaindo sobre ele. Nesse sentido, consultar o IMEI na Anatel pode te dar algumas pistas sobre telefones usados ou de origem duvidosa.

A Agência disponibiliza uma aba em seu site para que ele seja verificado em poucos minutos, o que é interessante para que você não adquira um dispositivo em vias de ser desativado. Isso pois desde 2018 está em atividade um sistema que bloqueia celulares irregulares, e nem só aqueles que são fruto de ilícitos caem nesse pente-fino.

Aparelhos que não têm IMEI registrado no banco de dados da Associação Global de Operadoras Móveis, a GSMA, são aqueles considerados piratas, por isso é importante estar atento ao comprar em sites internacionais. Além deles, celulares roubados, perdidos ou furtados também podem ser bloqueados a pedido do usuário. Quem realiza a solicitação é o proprietário, mas quem efetiva o bloqueio é a operadora junto à Anatel.

Ainda que algumas fabricantes não tenham revenda oficial no Brasil, marcas famosas têm registro de seus aparelhos globalmente. Portanto, ao comprar um telefone no estrangeiro, ele possivelmente não será considerado impedido para uso por aqui. Exemplo disso são a Huawei e a HTC, as quais ganham cada vez mais espaço no mercado de telefonia móvel. Aparelhos baratos e desconhecidos, porém, não têm vez.

Preparamos este post para que você saiba como consultar o IMEI na Anatel e não caia na cilada de adquirir um celular que não poderá usar. Veja o passo a passo!

Leia mais: Veja dicas de como localizar celular perdido ou roubado!

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

QUER REDES SOCIAIS LIBERADAS? ENTÃO, CONFIRA OS PLANOS DA TIM!

Localizando o IMEI do seu aparelho

Antes de consultar o IMEI na Anatel, é preciso que você localize o código do aparelho em questão. O procedimento é muito fácil, e pode ser feito pelo discador do sistema. Isso, caso ele não esteja impresso no próprio corpo dele.

Geralmente as fabricantes imprimem sua logomarca na capa traseira, aquela que tapa a bateria do seu celular. Algumas, porém, vão um pouco além, informando também o registro IMEI do dispositivo. Trata-se de uma sequência numérica de 15 dígitos sequenciais.

Se ele não estiver aí, porém seu aparelho tenha a capa retirável, ele deve, também, estar impresso junto à bateria, numa etiqueta com diversas informações do dispositivo. Aparelhos novos geralmente não permitem essa retirada da capa traseira.

Se alguma dessas situações se confirmar, então você já pode pular para a próxima etapa, para descobrir como consultar o registro diretamente junto à Anatel.

Consultando o IMEI pelo discador

O procedimento abaixo funciona tanto para o sistema operacional Android quanto para o iOS. Basta usar o discador de chamadas inserindo um código MMI (os que começam com * e terminam com #), uma solicitação de Interface Homem-Máquina. Na sequência, seu código IMEI será informado na tela do seu celular.

  1. Digite *#06#;
  2. Pressione o botão para chamar;
  3. Na sequência, você verá o IMEI do aparelho.

Essa informação provém do próprio sistema operacional. Assim, mesmo que a capa traseira tenha sido trocada para desinformar sobre o código IMEI, e isso não é incomum em aparelhos fruto de ilícito tais quais os furtados ou roubados, você verá aquele que o registra globalmente junto à GSMA. Aqui, não há possibilidade de ele estar incorreto.

Consultando o IMEI pelo sistema

Outra forma de verificar o IMEI do seu aparelho é acessando diretamente suas Configurações (Android) ou Ajustes (iPhone).

Se a discagem não funcionar, e pode ser o caso, visto que os códigos MMI são determinados pelas operadoras, o que pode gerar desencontros em aparelhos adquiridos no estrangeiro, ainda que seja raríssimo, basta você fazer o seguinte, a depender do seu sistema operacional:

  • Telefones Android

  1. Vá até as Configurações do aparelho;
  2. Depois, entre em Sobre o telefone;
  3. No fim da lista, haverá a informação IMEI, sendo que em modelos dual chip, haverá duas entradas com essa informação.
  • Telefones Apple

  1. Vá aos Ajustes do aparelho;
  2. Selecione a opção Geral;
  3. Então, vá até a entrada Sobre;
  4. Entre as opções mais baixas estará a informação IMEI, sendo que também haverá mais de uma entrada para cada gaveta de cartão SIM.

Uma observação antes da consulta

A razão para que cada gaveta de chip conte com um IMEI correspondente é bem simples: suponhamos que um usuário utilizasse somente uma delas (ou ambas) e tenha registrado uma ocorrência de perda, furto ou roubo junto à Anatel de somente de um desses códigos. Nesse caso, você precisará verificar ambos justamente para saber se o celular não está impedido ou bloqueado em razão de apenas um deles. Em smartphones mais modernos, é preciso cuidado redobrado.

Neles, é preciso também considerar que o modelo possa ser dual chip ainda que conte com apenas uma gaveta. Isso, pois cada vez mais a tecnologia eSIM vem sendo disponibilizada ao público. Com ela, uma das entradas se torna virtual, não sendo preciso contar com o periférico físico (o chip) para ter uma linha adicional – ou principal.

Então, se você testar a gaveta física via discador e se descuidar da gaveta virtual, correrá o risco de consultar somente “metade” da sua potencialidade de impedimento.

Como consultar o IMEI na Anatel

Descoberto o IMEI do seu aparelho, agora é chegada a hora de você ir até a plataforma da Anatel para consultá-lo. Esse passo também é muito simples, e, com o código em mãos, você só precisará inseri-lo na entrada correspondente. O serviço é chamado de Celular Legal, e apresenta informações sobre a situação dos celulares consultados por completo.

Lá, você pode descobrir se há algum impedimento recaindo sobre o dispositivo, inclusive por situação de perda, roubo ou furto, além dos celulares piratas, obviamente. Por isso, vale a pena passar por lá antes de adquirir um modelo usado ou oriundo de sites estrangeiros (se der tempo), por exemplo. O teste é uma ferramenta essencial e você deve usá-la, sob pena de ficar com um elefante branco na gaveta.

Para realizar a consulta, basta que você faça o seguinte:

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

  1. Acesse o site do Celular Legal diretamente no site da Anatel neste link;
    consultar imei celular anatel
  2. Selecione o botão Consulte aqui a situação do seu aparelho celular, abaixo;
  3. Insira o código IMEI do seu aparelho na entrada correspondente;
  4. Insira também os caracteres Captcha para mostrar que você é um ser humano;
  5. Então, por fim, veja a situação do dispositivo junto à Anatel.

Fuja dos aparelhos irregulares

Você até pode consultar um aparelho para não cair em roubadas quando a compra for longe de um estabelecimento oficial. Porém, o melhor que pode fazer para se prevenir é comprar um smartphone diretamente junto à TIM. Nesse sentido, a Loja TIM Online conta com muitas ofertas bacanas, incluído o recente Motorola RAZR, o telefone dobrável e nostálgico que vem fazendo a cabeça de quem ama tecnologia.

Além disso, outro aspecto a ser considerado é abrir uma conta no C6 Bank e migrar para a operadora. Isso, pois, além de garantir Gigas extras de internet na contratação de um plano, você ainda garante uma compra facilitada pelo cartão de crédito do banco. Pode, inclusive, parcelar um telefone novo em até 18x, o que é um benefício exclusivo de quem adere à parceria.

Tudo para que você não precise consultar IMEI na Anatel, ter um telefone inutilizado, ou, em pratos limpos, não considere jogar seu dinheiro fora!

Leia mais: O que é maior: Giga ou Mega? Entenda a diferença!

QUER MUITA INTERNET NO SEU CELULAR PAGANDO POUCO? AQUI TEM!

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui