Você já ouvir falar sobre infoproduto? O termo pode até não ser tão conhecido, mas seu conceito está muito mais próximo do que se pode imaginar. Sabe quando você recebe uma oferta para adquirir um curso na internet sobre receitas saudáveis, um webinário sobre como fazer marketing digital ou um e-book sobre como aumentar suas chances de ganhar na loteria? Pois todos esses são ótimos exemplos!

Os infoprodutos são relativamente recentes, chegados ao público com a difusão da internet acessível. Destinam-se a prover informações de todos os tipos, mas seus escopos principais são relacionados às áreas de educação e de solução de problemas, sejam eles quais forem.

Esse movimento, que incentiva cada vez mais as pessoas a buscarem alternativas educacionais na web só evidencia o poder e a força do mercado EaD, cada vez mais em alta. Porém, nem só de educação formal vive o infoproduto, e é aí que todos os internautas ganham a chance de transformar seus conhecimentos em renda.

Se você fala inglês como um fluente nativo, poderá vender um infoproduto na área, por exemplo. Há ainda a Hotmart, oferece infoprodutos sobre música, línguas, culinária, marcenaria, sexualidade, Sagrado Feminino e por aí segue. A lista é imensa, sendo possível encontrar cursos e e-books sobre basicamente todos os assuntos imagináveis.

Quer saber tudo sobre o tema e ter a chance de ganhar uma grana? Então, veio ao lugar certo! E não esqueça de ter como seu aliado nessa tarefa um bom plano da TIM!

Leia mais: Confira as 10 melhores profissões home office para trabalhar em casa!

GARANTA AQUI SUA MELHOR OPÇÃO DE INTERNET MÓVEL DA TIM

Infoproduto: uma forma de ganhar dinheiro na internet

O infoproduto atualmente é uma das melhores formas de ganhar dinheiro na internet, pois nela sempre há espaço para difusão de conhecimento. E, acredite, sempre há quem queira aprender, sobretudo se o conteúdo for relevante. Por isso, se você tem algo a ensinar, esse pode ser um excelente caminho para transformar esse conhecimento em dinheiro.

Apesar de esse tipo de produto ser mais comum em formato de curso, há outros tipos que também fazem parte da lista. E-books, por exemplo, também são infoprodutos, e podem ensinar ao público-alvo um determinado procedimento, como um livro de receitas, tanto quanto podem somente entregar uma história. Esse é o caso dos escritores modernos.

E o melhor de tudo é que os infoprodutos podem render grana, às vezes muita grana, durante muito tempo. Imagine que o seu seja sobre como fabricar um calçado artesanal. Pois é muito pouco provável que ele caia em defasagem daqui a 5 ou 10 anos, porque os calçados artesanais são fabricados da mesma maneira há muito tempo.

Ou seja, fazendo um trabalho bem feito, você pode vender seu infoproduto durante anos a fio sem nem mesmo repaginá-lo. Apesar disso, uma repaginada sempre pode revigorá-lo. E o mais importante: saber divulgar é essencial!

Leia mais: Mobile marketing: o celular é o dono da bola para impulsionar negócios!

Tipos de infoproduto

Tudo bem, agora você quer dar vida ao seu infoproduto, mas não sabe por onde começar. O primeiro passo é escolher aquele com que você tenha maior afinidade, então aqui vão alguns exemplos:

E-book

Os e-books são a versão digital dos livros, e podem versar sobre temáticas variadas. Apesar de um simples software de escrita dar conta do essencial, muitas vezes o infoproduto final precisa de um retoque com design gráfico para ficar nos trinques.

Esse tipo de veículo serve muitas vezes como isca, um chamariz distribuído gratuitamente com informações interessantes que motivam o cliente/leitor a investir em outro infoproduto, como cursos em videoaula ou área para membros em sites.

Videoaulas

As videoaulas estão em alta, sobretudo desde o início da pandemia do coronavírus, e podem ser distribuídas nas mais variadas plataformas de infoproduto. Porém, demandam maior afinidade do “professor” com a câmera além de equipamento mais avançado, e edição de vídeo final é indispensável.

Assim como acontece com e-books, redes sociais como YouTube e Instagram servem de petisco para cursos pagos. Assim, amostras podem acontecer nessas plataformas como forma de incentivar a compra do produto que realmente seja rentável.

Quer um exemplo dessas amostras? Preparamos uma lista com aquilo que você pode aprender pelo YouTube, e basicamente todos são iscas para materiais mais ricos.

Screencasts

Tem algum conhecimento que você possa transmitir, porém você não gosta de aparecer nas câmeras? Tudo bem! Então, o infoproduto ideal é o screencast. Trata-se do vídeo transmitido que mostra sua tela do computador, sem que o ‘professor’ apareça.

Esse tipo de meio é muito empregado em tutoriais dedicados a softwares e plataformas específicas, então vale considerar que seu público também será bem específico. Além disso, é muito usado para quem quer mostrar a jogatina para outros gamers.

Porém, pesquisas mostram que conhecer o autor do produto impulsiona as vendas, então pode ser o caso de você se mostrar pelo menos minimamente para atrair seu público.

Audiobooks

Livros em áudio também andam em alta na internet. Muitos usuários inclusive preferem essa modalidade, pois ela dá liberdade para que o conteúdo seja consumido no iPod, no carro, durante outra tarefa ou aquela corrida.

Tradicionalmente, trata-se de livros narrados que ao final são compactados em .MP3. Porém, nada impede que você grave seu audiobook em formatos de mais qualidade, como .FLAC. O essencial é que ele seja agradável de se ouvir e tenha fluidez e progressão temáticas.

Podcasts

Os podcasts estão cada vez mais fazendo sucesso nas plataformas de streaming de áudio, e os canais estão se multiplicando vertiginosamente. Aqui, o infoproduto se trata de um programa de áudio que fica disponível na plataforma tal como um vídeo fica no YouTube, porém em áudio.

Os temas são diversos, e você pode escolher sobre o que quer falar com uma liberdade bem abrangente, bastando ter público público interessado.

Programas para membros

Os programas para membros são aquelas áreas de sites de internet em que é preciso login e senha para ter acesso. Basicamente, a página inicial funciona como isca, com uma parte do conteúdo, porém é nessa área (o acesso em si) que reside a parte rentável do infoproduto.

Vale dizer que aqui é preciso pensar também em ter um site, o que pode demandar um pouco mais de trabalho e, seguramente, maior investimento. Porém, nada que seja absurdo.

Vantagens de ter um infoproduto

Esse formato de distribuição de conteúdo pode ser muito lucrativo para seu dono, mas as vantagens a longo prazo podem ser ainda mais atraentes do que simplesmente ganhar uma grana. Veja por quê!

O infoproduto é um negócio escalável

Significa dizer que você pode disponibilizá-lo na internet e, talvez, nunca mais precisará tocar nele. É só cuidar da sua divulgação e deixar que as pessoas comprem a todo momento, inclusive quando você estiver dormindo.

Demanda menor investimento

Imagine a diferença de custo entre um curso físico e um online. Agora, imagine seu alcance, e seus alunos… Na versão virtual não há fronteiras nem geográficas nem de sala aula, e você pode investir muito menos do que teria que investir se o curso fosse presencial, tendo acessos de todos os lugares e turmas realmente numerosas.

Infoproduto gera renda extra

O infoproduto, quando recebe dedicação, funciona como renda extra para muitos internautas, e muitas vezes se torna inclusive a renda principal.

Aposentadoria antecipada

Se seu infoproduto for de qualidade e houver público para ele, pode ser que sua aposentadoria chegue mais cedo e em patamares bem mais elevados do que a do modelo tradicional.

Isso, pois há inúmeros relatos na internet de pessoas que declaram ter alcançado uma conta bancária milionária com suas vendas. E o melhor de tudo é que eles não param de vender mesmo que você atinja um objetivo colocado previamente.

Mais tempo livre

Essa é uma das vantagens mais relevantes de quem trabalha com infoproduto: o tempo livre se torna imensamente maior.

Depois de criar o seu, você não precisará dedicar 8 horas diárias para sua manutenção. Basicamente, os mecanismos de divulgação podem seguir ativos, porém um curso adquirido por um cliente será sempre o mesmo, e a criação do conteúdo acontece uma vez só. Salvo, é claro, se houver uma parte dedicada a encontros ao vivo.

Leia mais: Como montar um home office sem gastar muito? Confira dicas!

GARANTA AQUI SUA MELHOR OPÇÃO DE INTERNET MÓVEL

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem-informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui