Você compreende a diferença entre pré-pago e pós-pago quando o assunto são planos de celular? Basicamente, foi-se o tempo em que existia um abismo entre uma e outra modalidade. Isso pois a democratização tecnológica e a popularização dos smartphones vêm fazendo com que cada vez mais todo e qualquer usuário tenha inúmeros recursos à sua disposição.

Aqui na TIM a distinção entre um e outro vem sendo reduzida a cada nova oferta inserida no portfólio da operadora. Isso pois inclusive na modalidade pré-paga, tradicionalmente chamada “de cartão”, o cliente pode contar com grandes volumes nominais de internet, ligações gratuitas para qualquer operadora ou assinaturas gratuitas, como a do TIM Music by Deezer.

Porém, obviamente ainda existem algumas diferenças significativas, as quais permanecem tal como antigamente. A primeira delas é a necessidade de fazer recargas sempre que for necessário. Entre planos pré-pago e pós-pago, somente os primeiros demandam que usuário vá até um ponto de recarga ou ligue para inserir novos créditos.

Além disso, somente esses estão sujeitos à possibilidade de exaurir seus benefícios antes de acabar o mês. Mas, essa possibilidade também está restrita a poucas linhas, geralmente antigas. Usuários de ofertas desatualizadas podem ainda estar sujeitos ao consumo de créditos a cada ligação. A TIM não tem mais planos desse tipo, mas pode haver algum ativo por aí afora.

Enfim, sejamos objetivos: conheça as vantagens e as desvantagens de cada uma das duas modalidades, pré-pago e pós pago, e escolha aquela que mais se enquadra no seu perfil de usuário!

Leia mais: TIM internet residencial: qual o plano ideal para sua casa?

QUER REDES SOCIAIS LIBERADAS PARA SEU CELULAR? AQUI NA TIM TEM!

Pré-pago e pós-pago por perfil de usuário

1. Controle financeiro

A primeira questão que se coloca é relacionada ao perfil de usuário para cada modalidade de uma maneira geral. Nesse sentido, uma ponderação inicial é latente:

  • O plano pré-pago é destinado a clientes que queiram ter maior controle sobre o seu orçamento;
  • O plano pós-pago demanda um investimento mensal maior, sendo necessário, então, ter um orçamento mais avantajado para arcar com a fatura.

Dito isso, vale notar que atualmente o plano pós-pago tem valor fixo. Ou seja, não é necessário se preocupar com surpresas no final do mês porque aquela história de gastar mais do que deveria não acontece mais. Todos os planos da modalidade pós-paga deixam claro qual o investimento que o cliente deve fazer no período.

2. Serviços disponibilizados

Com relação aos serviços disponibilizados, os clientes de planos pós-pagos levam vantagem em larga escala. Isso porque a contratação dessa modalidade geralmente tem um custo mais elevado. Porém, ela também pode ser acompanhada de fidelização, o que garante à operadora que o usuário manterá seus serviços ativos pelo menos por um determinado período de tempo. E essa certeza de permanência é retribuída com facilidades!

Ainda assim, essa não é uma regra, e aqui na TIM o cliente pode contratar planos pós-pagos sem a permanência. É claro, porém, que o valor da contratação acaba sendo um pouco mais elevado.

A etiqueta TIM Black (a pós-paga aqui na operadora) conta com inúmeros serviços paralelos que geralmente não estão disponíveis para a modalidade pré-paga. Entre os principais, destacam-se:

  • As redes sociais liberadas, para que o usuário se mantenha sempre conectado como quiser sem descontar da sua franquia de internet;
  • O TIM Music by Deezer, garantindo ao usuário o acesso a mais de 56 milhões de faixas entre músicas e podcasts;
  • A TIM Banca Virtual, que reúne num único aplicativo mais de 100 revistas e jornais para que o cliente tenha acesso a leituras sempre atualizadas e notícias fresquinhas;
  • TIM Segurança Digital, com pacotes de segurança para que arquivos e dados pessoais do cliente contem com recursos extras de prevenção;
  • Roaming internacional, para que o cliente possa usar o seu celular no estrangeiro tal como se estivesse no Brasil sem pagar nada a mais por isso.

Nem todas as vantagens acima são exclusivas da modalidade pós-paga, mas clientes da modalidade pré-paga conseguem apenas uma ou outra aqui ou acolá. Entre pré-pago e pós-pago, o segundo se sobrepõe um grande vantagem em relação aos serviços que vai oferecer a seus clientes.

3. Franquia de internet

Com relação à franquia de internet, é preciso pesquisar um pouco para determinar a escolha entre pré-pago e pós-pago. Isso, pois planos pré podem contar com franquias robustas de internet e, inclusive, podem aparentar – ou de fato ser – mais baratos a cada Giga. Porém, essa matemática necessita de algumas ponderações.

A primeira delas é com relação a quais aplicativos você mais usa ao longo do dia. Por exemplo, se a resposta for taxativa no sentido de serem as redes sociais, vale a pena tentar entender o quanto tais apps impactam no consumo da sua franquia de internet. Como nos planos pós-pagos geralmente esse tipo de aplicação é liberada, não haveria consumo!

Além disso, vale a pena observar se o plano pré-pago você anda pesquisando não conta com restrições de horário. Algumas opções entregam grandes volumes nominais de internet, porém boa parte se enquadra no bônus da madrugada. Ou seja, há uma quantidade significativa de Gigas que só podem ser usados das 00H às 06H, logo essas opções só são boas para o perfil “morcego”.

Por isso, tenha bem claro qual o seu perfil de usuário e com quais aplicativos você gasta a maior parte da sua franquia para que você saiba exatamente pelo que procurar e o que descartar quando for comparar pré-pago e pós-pago.

4. Fatura ou recarga

Quando o assunto é o gasto em si, parece que clientes de planos pós-pagos contam como uma vantagem: o pagamento de uma fatura mensal é uma facilidade, já que ela pode ser paga a partir do Internet Banking em casa. Além disso, muitas opções incluídas em débito automático garantem bônus de internet, além de desonerar a “função” de pagar as contas. E, claro, o valor é fixo, vale a pena ressaltar!

Por outro lado, clientes de planos pré-pagos precisam efetuar recargas sempre que necessitam ou quando seus créditos expiram. Essa atividade já é facilitada, podendo ser realizada via telefone com um cartão de crédito ou via internet, online. Porém, muitas clientes ainda se deslocam até pontos parceiros da TIM para “comprar cartão”.

Essa prática parece em desuso (e desatualizada), mas há quem a prefira por conta do pagamento em dinheiro. Fica a critério do cliente!

Já escolheu entre pré-pago e pós-pago?

Agora que você sabe algumas das principais diferenças entre pré-pago e pós-pago, já sabe qual o melhor para o seu perfil de usuário? Resumindo as vantagens e desvantagens, avalie o seguinte:

Pré-pago

  • Maior controle sobre seus gastos;
  • Pode ter diversos recursos, porém de maneira limitada;

Pós-pago

  • Impacto mensal no orçamento maior;
  • Maior gama de serviços;
  • Pagamento único da fatura, inclusive via débito automático;

Leia mais: Como melhorar a internet: saiba como usar melhor seu plano de dados

GARANTA AQUI SUA MELHOR OPÇÃO DE INTERNET MÓVEL

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui