Os serviços de streaming de vídeo estão em alta no Brasil. Isso, pois a liberdade que eles proporcionam são um trunfo e tanto para angariar e manter assinantes. Assistir ao que quiser, quando e onde quiser tem suas vantagens em relação à televisão tradicional. Além disso, o status multiplataforma também serve de combustível para sua difusão.

Entre os nomes mais famosos, com certeza o destaque fica para o Netflix, que domina o mercado há certo tempo e sobeja conteúdos em volume maior do que a sua concorrência. Porém, a plataforma começa a dar sinais de que, apesar de todo o investimento que faz, está ganhando concorrentes cada vez mais fortalecidos. Consequentemente, também está perdendo adeptos que, outrora, seriam seus sem sombra de dúvida.

Em razão de ser um mercado extremamente rentável, grandes marcas surgem por trás de serviços de streaming que começam a despontar. Entre elas, Apple TV+ e Amazon Prime Video ilustram o fato. Tamanho o nicho de mercado que o TIM Black dedica gigas exclusivos somente a esse tipo de app.

Porém, para 2020 a grande novidade será o Quibi, uma mescla de Netflix com Tik Tok. Nela, os vídeos serão de “tiro curto”, com em média 10 minutos. Porém, os conteúdos da própria marca serão assinados por nomes de peso, entre eles Steven Spielberg. Ou seja, o consumo dessa demanda será muito mais acelerado.

Se você está buscando por serviços de streaming, porém quer considerar alternativas ao Netflix, veio ao lugar certo. Porque vamos te mostrar 3 opções que vão acirrar ainda mais esse mercado no ano de 2020, de muitas quarentenas e maratonas.

GARANTA AQUI A MELHOR INTERNET PARA SEU CELULAR

Serviços de streaming em 2020

Antes de começarmos a nossa lista, lembre-se de que os serviços de streaming estão tomando conta do consumo de mídias audiovisuais. Por isso, nós também já preparamos um material sobre os streamings de áudio, pra te ajudar a considerar e escolher o que mais se adeque a você. Quer ler? Então, clique neste link.

  1. Apple TV+: a gigante se aventura nos streamings

A Apple, gigante responsável pelos smartphones mais desejados do mercado, também chegou ao mercado de serviços de streaming para brigar por seu espaço. Apesar disso, sua plataforma é, ainda, uma desconhecida de muita gente.

Avaliando a concorrência, é possível perceber que o que a maçã quer, nesse primeiro momento, é angariar clientes, talvez focando em desfazer o monopólio exercido pelo Netflix. Por isso, a assinatura está custando nada mais do que R$9,90 mensais. E, isso, contando que são 6 perfis para compartilhamento familiar. Ou seja, é realmente um preço que vale a pena ser considerado.

Vale destacar, porém, que, quando você adquire um aparelho da Apple, ganha também uma assinatura da plataforma de 1 ano gratuitamente. Ou seja, se você pensa em comprar um celular novo, com desconto, e ainda ganhar uma assinatura Apple TV+, vale a pena ver os celulares da Apple com desconto.

Com relação ao conteúdo, a Apple garante que os originais da plataforma surgem todo mês. Porém, a lista de consagrados não é pequena: The Morning Show, Oprah Winfrey e Snoopy – o cachorrinho clássico – são apenas alguns. Além desses, títulos recentes do cinema também merecem destaque: O Banqueiro, Hala e The Elephant Queen.

E os atores que figuram por lá não são poucos: Jennifer Aniston, Reese Witherspoon, Steve Carrell, Samuel L. Jackson, Anthony Mackie, entre muitos outros.

Se você se interessou e está a fim de experimentar, há um período de 7 dias gratuitos, e com todo o conteúdo original Apple TV+ liberado. E saiba que, entre os serviços de streaming que vão jogar pesado em 2020, esse é dos que pretendem deixar de comer pelas beiradas.

  1. Amazon Prime Video: serviços de streaming em combo

A Amazon é nada menos do que a marca mais valiosa do mundo, estimada em US$220 bilhões. Por isso, tudo o que leva seu nome representa uma certeza de qualidade. E com o Prime Video é exatamente o que acontece.

Entre os serviços de streaming atuais, esse tem a vantagem de ser barato, pois são apenas R$9,90 ao mês ou R$89 ao ano, e de conjugar também alguns serviços adicionais. Ou seja, nada como ser a empresa mais valiosa do mundo e proporcionar um combo capaz de fazer até defunto contratá-lo.

Acontece que o Amazon Prime é na verdade um conjunto de serviços, que vai além do streaming. Primeiro, o Amazon Prime Music trata-se da plataforma dedicada à música, contanto com mais de 2 milhões de títulos em seu catálogo. O número é baixo perto do de seus concorrentes, entre eles o Spotify e o Deezer, mas trata-se de um brinde e tanto.

Depois, o frete na loja da Amazon passa a ser gratuito em milhares de produtos. Ou seja, sabe aquele frete que te desmotiva a comprar online quando o valor do objeto é baixo? Esse problema deixa de existir em todos os produtos com o selo Prime.

Por fim, e estamos falando apenas dos adicionais, o Prime Reading permite o acesso a centenas de e-books e revistas. Ou seja, conteúdo para toda a família. E, para dar suporte a essa ideia de família, são 6 perfis por assinatura.

No catálogo do Prime Video, clássicos modernos são facilmente encontrados, qualquer que seja o gênero em questão. Desde Chaves, Two and a Half Men e Supernatural, já consagrados há décadas, a Vingadores, John Wick e Walking Dead. Ou seja, títulos para todos os gostos.

Então, se você está avaliando os serviços de streaming disponíveis, aqui está um que tem, em paralelo, uma série bem interessante de conteúdos para serem consumidos. E o melhor: o teste gratuito aqui é de 30 dias. Não tem por que não tentar!

Leia mais: Você sabe qual a melhor internet para ver séries?

  1. Quibi: o serviço de streaming inovador!

Entre os serviços de streaming, o Quibi é o desconhecido, porém que merece alguma atenção ao longo do ano, quando vai ser lançado oficialmente. Isso, pois sua proposta é totalmente inovadora.

Você conhece o Netflix, certo? Mas, já ouviu falar sobre o Tik Tok? Esta trata-se de uma rede social para quem grava vídeos, geralmente de poucos segundos. Depois do sucesso estrondoso, quando desbancou o Facebook em downloads nos EUA, chegou a vez de essa ideia ser conjugada com a proposta “netflixana”.

Apresentado na CES 2020 por seus sócios Meg Whitman (ex‑E-Bay) e Jeffrey Katzenberg (ex-DreamWorks), causou burburinho de quem estava por lá. Agora, os conteúdos audiovisuais vão virar meros petiscos. Vamos explicar!

Você já percebeu que estamos consumindo produtos cada vez mais rápidos? De filmes e longas a séries de 1h. Às vezes, 40min. Na comédia, possíveis 20min. E olha que o próprio Netflix vem reduzindo o tempo de suas produções. Contudo, tentando antecipar a próxima mudança, o Quibi vem pra entregar ao usuário produções de 10min.

Se o conteúdo for ruim, você perde apenas 10min, e sem muita pesquisa. E, se ele for bom, você pode indicar pra todo mundo, pois esse tempo todo mundo tem para a sétima arte.

E, vale dizer, grandes nomes vão estar envolvidos com o novo serviço de streaming. O maior já adiantado é Steven Spielberg. Ou seja, vai valer a pena.

Além disso, seu público-alvo é quem está acima dos 30 anos, e, se adorador da MTV, por exemplo, vai adorar os (re)makes que vão passar por lá, ao estilo Punk’d. Já imaginou uma série com 10 ou 15 episódios de 10 minutos? Ia ser bem legal!

Outra novidade é a tela responsiva, que se adapta ao seu celular independentemente da posição em que ele estiver, horizontal ou vertical.

E o preço? Dizem, por enquanto, que vão ser US$5 para tê-lo com anúncios e US$8 para tê-lo sem. Vale a pena ficar atento, pois a novidade parece bem interessante. Basta esperar para ver se o resultado é mesmo tal como a projeção promete.

ENCONTRE O SEU NOVO PLANO DE INTERNET AQUI

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente pois você merece estar sempre bem-informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui