Teste de conexão à internet é o caminho mais fácil para descobrir se a sua operadora de banda larga está entregando, de fato, aquilo que foi contratado por você. Simples, prático e rápido, ele apresenta as velocidades de download e upload em poucos segundos, além de apresentar um valor um pouco mais específico, a latência – ou ping.

Realizar o procedimento é interessante para verificar se sua operadora está realmente entregando aquilo que você contratou. Apesar de não ser uma regra, não se assuste se faltarem alguns Megas no seu resultado. Ou Gigas, caso você tenha a TIM Live Ultrafibra, a internet que é realmente assombrosa.

Em termos gerais, sempre que você se afasta do roteador wireless (o aparelho do Wi-Fi) um pouquinho que seja, tende a haver um pouco de perda de sinal. Física, entropia, dispersão de energia, há um conjunto de nomenclaturas para justificar essa ocorrência.

Porém, alguns testes acurados entregam também valores médios, e é importante estar atento a eles, pois é com base neles que você pode alegar problemas ou pedir descontos à sua operadora de internet fixa.

Neste post vamos te ensinar o que são as velocidades de conexão, download e upload e a latência, e vamos indicar as melhores plataformas para você realizar um teste de conexão à internet. Confira!

GARANTA A MELHOR INTERNET PARA O SEU CELULAR AQUI

Teste de conexão à internet

O teste de conexão à internet é uma ferramenta objetiva que de maneira simples e rápida mostra qual a sua capacidade de conexão com o plano atual. É preciso, porém, saber distinguir entre a potencialidade de conexão e os resultados reais obtidos a partir da testagem.

Primeiro, é preciso entender que a sua internet fixa contratada nem sempre será alcançada nesses testes, a não ser que você siga à risca as recomendações de – basicamente – todas as plataformas – que são as mesmas.

Para a realização, é preciso que todos os downloads sejam parados, que arquivos deixem de ser carregados (se alguém estiver usando o Wi-Fi ou atualizando um celular, por exemplo), e, se possível, a internet fique dedicada ao teste.

Além disso, um cabo de rede ligado ao modem é sempre a melhor opção, pois ele diminui a chance de perda de sinal e, consequentemente, de ruídos nos números alcançados.

Dito isso, é preciso compreender as nomenclaturas envolvidas no teste de conexão à internet, e esse ponto é crucial para a interpretação dos seus dados particulares.

O que é a conexão à internet?

Aqui é preciso esclarecer um pouco o que é o “download” dos testes. Quando você baixa um arquivo da rede, essa operação recebe o nome de download. Porém, o termo vai um pouco além naquilo que realmente está envolvido na sua conectividade à rede. Sobretudo para os leigos.

É preciso entender, então, que o teste de conexão à internet mapeia o quanto de dados você consegue baixar a cada segundo (MB/S). Mas, é preciso entender também que basicamente tudo o que você faz na internet está englobado por esse “download”.

Por exemplo, se você abre uma página da internet, o seu computador precisa se vincular a um servidor, selecionar as informações necessárias para carregá-la e, visualmente, oferece para você uma imagem dela. E esses dados, então, são considerados os dados de “download” da conexão.

Assim, significa dizer que, se o seu plano for de 100 Megas, você conseguirá navegar baixando 100 Megas por segundo da rede. Enquanto você fizer um streaming, como YouTube ou Netflix, conseguirá carregar os vídeos a uma taxa no valor contratado junto à sua operadora.

Por isso, a velocidade de conexão representa tudo o que você consegue baixar da rede a cada segundo, e por isso é preciso levar em consideração que todos os seus aparelhos conectados devem entrar na matemática de quanto você consegue usar a sua conexão concomitantemente.

Basicamente, toda e qualquer conexão à internet envolve uma operação de download, então a sua velocidade de conexão representa o quanto você pode carregar de informações a partir da solicitação feita a servidores da rede. E o tráfego dessas informações /s.

Lembre-se de que a TIM foi considerada em alguns testes a melhor operadora de banda larga dos grandes centros.

Velocidade de conexão

A velocidade da sua conexão é aquela que foi contratada na hora em que você fez negócio com uma determinada operadora. Então, suponhamos que você tenha contratado X, o valor que aparecerá em velocidade de download nos testes será algo bem aproximado de X, se você seguir as instruções dadas acima.

Mais especificamente, se você houver contratado 1MB, o valor será aproximado disso, mas poderá ficar perto de 0,8MB, que é o valor médio ao qual as operadoras se atentam para que você receba o que foi contratado. Calculada uma oscilação previsível, segundo as métricas da Anatel.

Essa média deve estar presente em 95% dos acessos, mas saiba que você pode ir verificar e, de repente, se deparar com 40% da velocidade contratada. Isso acontece, pois pode haver dificuldades na manutenção do serviço por conta de fatores eventuais, e isso é o mínimo que a empresa deve garantir em todo e qualquer momento.

Sendo um pouco mais próximo da realidade brasileira, se você tem um plano de 10MB ou 100MB, a verificação deve apontar 8MB ou 80MB de velocidade de download, respectivamente, na média. E, via de regra, as grandes operadoras garantem isso (e às vezes até cedem um número maior) para assegurar que tudo está dentro do previsto.

Se você tem o TIM Live Ultrafibra, que leva a fibra ótica até o modem, pode contar com até 2 Gigas por segundo.

Velocidade de download – não confunda

Apesar de a velocidade de conexão ser representada em “download”, é comum haver confusão com os valores apresentados por indicações do computador, por exemplo.

Isso acontece porque existem duas unidades nominadas de “Mega”: os Megabytes e os Megabits.

A situação aqui parece confusa, mas veja só: 1 byte equivale a 8 bits. Ou seja, uma unidade de megabyte (MB) tem equivalência com uma unidade de megabits (Mb) x 8. Além disso, uma unidade KB (Kilobyte) equivale a 1024 bits, e geralmente essa métrica pode surgir: KB/s.

Portanto, quando você se deparar com KB/s, não confunda com os MB/s, pois você precisa levar em consideração que essa unidade de medida é 8x menor em termos de taxa de transferência.

É complexo, mas serve para que você se atente bem às unidades que estão envolvidas quando você for realizar um teste de conexão à internet. Ou quando fizer um download e a sua máquina informar um valor em KB/s, para que não saia ligando para a sua operadora por conta de uma má interpretação dos dados, certo?

Leia mais: Rede móvel 4G da TIM: a maior cobertura do Brasil

Velocidade de upload

A velocidade de upload está, também, sempre considerada nos testes de conexão à internet, e representa a quantidade de dados que você pode mandar para a rede (subir para os servidores) quando necessitar. E também é calculada em “por segundos”.

Esse número é relevante quando você precisa enviar um arquivo para alguém, por exemplo. Contudo, saiba que ele sempre vai ser menor do que a velocidade de download.

Isso é lógico, pois nossa maior quantidade de operações demanda baixar arquivos, e não subi-los. Sem contar que dedicar altas velocidades de upload (operação imensamente menos utilizada) demandaria um volume ocioso na rede. E diminuiria a potencialidade de downloads.

Latência ou ping

A latência sempre está ali presente nos testes de conexão à internet, porém muita gente nem sabe o que é. Significa o tempo de resposta entre o computador e o servidor.

Essa métrica é mais interessante e relevante para os gamers, que demandam por menores velocidades no tempo de resposta das suas operações. Ainda que seja calculada em milésimos de segundo.

Pois, já imaginou ter que esperar mais do que o necessário para o seu personagem realizar uma ação? E se for um tiro? E se você, assim, ele for morto? Não dá pra esperar tanto!

Por isso, existem planos especiais para jogadores, os quais contam com menor latência – ou ping otimizado, como se diz na comunidade.

Fazendo um teste de conexão à internet

Se você quer realizar um teste de conexão à internet, saiba que é uma tarefa muito simples. Há diversas plataformas confiáveis que o realizam em poucos segundos.

Entre as mais conhecidas, estão:

Em qualquer uma dessas páginas, é necessário no máximo um clique para fazer a verificação.

Ao acessá-las, sempre há um botão iniciar (se o início não for automático), e o teste leva algo entre 30 e 40 segundos para encontrar todos os valores. Depois, são apresentadas as velocidades de download (conexão), upload e ping (latência).

Uma ressalva

Vale a pena fazer uma ressalva. É preciso estar atento quando as velocidades forem menores do que o esperado, pois pode ser que seus dispositivos sejam antigos, ok? Algumas antenas de Wi-Fi de tablets e computadores são limitadas. Assim, mesmo que em velocidades altas contratadas, você pode encontrar uma barreira no aparelho.

Esse é o meu caso, por exemplo, ao usar o tablet, um Samsung Galaxy Tabe E 560N. Nele, são 30 megas, e só!

CONTRATE AQUI O SEU MELHOR PLANO DE CELULAR

E, falando em velocidade, você sabia que a velocidade da internet do seu celular irá aumentar drasticamente em breve, sim? A rede 5G está chegando, e a TIM já está fazendo testes operacionais em alguns estados. Prepare-se!

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece Mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui