No ano de 2020, o setor de comércio vivenciou, e ainda vivencia, a fuga em massa dos consumidores de seus estabelecimentos. Isso, pois a crise sanitária pela qual estamos passando em razão do coronavírus impôs distanciamento ou isolamento social na maior parte do país. Tudo isso para conter a circulação da Covid-19 por municípios brasileiros. Nesse sentido, usar o WhatsApp como mostruário e caixa pode ser uma alternativa à crise entre os comerciantes.

Apesar de as medidas de prevenção da doença serem protocolares, essenciais para que tenhamos eficácia no objetivo de mitigar a pandemia, o reflexo dessas medidas é sentido drasticamente sobretudo por quem depende de público. Com algumas lojas e estabelecimentos fechados, vender se torna uma tarefa cada vez mais complicada.

Como alternativa, donos de pequenos negócios passaram a postar numa gôndola e num balcão alternativos. Trata-se, pois, do smartphone com WhatsApp presente em todos os bolsos, o qual se torna um meio para a aproximação de compradores e vendedores separados por uma doença. E o melhor de tudo é que a ideia parece ter dado certo.

Funciona assim: com as lojas fechadas, comerciantes passaram a mostrar seus produtos aos clientes por imagens feitas com celular ou por videochamada. Nesse último formato, vendedores passeiam pelas lojas enquanto mantém a chamada ativa e vão apresentando seus produtos. Depois de acertado o negócio, basta entregá-los ao cliente.

A proposta é incentivada porque atende às demandas de ambos os polos da transação. Com relação aos empreendimentos, é possível respeitar os decretos municipais sem causar qualquer violação dos protocolos estabelecidos para o distanciamento. Para consumidores, estimulam-se as compras online, sem sair de casa, afinal essa é a recomendação mais difundida por órgãos de saúde ao redor do globo.

Leia mais: Vendas no WhatsApp: 11 dicas para usar e impulsionar o negócio

QUER REDES SOCIAIS LIBERADAS PARA SEU CELULAR? AQUI NA TIM TEM!

Usando alternativas para vender a distância

Usar tecnologias digitais para vender produtos acabou sendo uma alternativa forçada ao distanciamento social que se espalhou pelo país. Porém, isso tem dado certo e vem se tornando uma prática comum em um número cada vez maior de empreendimentos.

Segundo a SumUp – empresa das maquininhas para pagamentos com cartão -, a qual realizou uma pesquisa com 3.800 pequenos negócios, ainda em março 35% deles passaram a adotar a venda online como forma de contornar a falta de clientes em lojas físicas. Três meses depois, esse número já havia saltado para mais 70%.

Esse estudo tinha intenção de avaliar os impactos da Covid-19 nas empresas de pequeno porte do país. Porém, o que ela mostrou foi que, além de migrar para plataformas digitais como solução à falta de consumidores físicos, outros aspectos são bem importantes para se dar bem nesse mundo tecnológico.

Primeiro, a maior parte dos entrevistados alega que o serviço de entrega é o mais importante para manter uma boa relação com a clientela. Dela, parece advir boa parte da credibilidade que solidifica a fidelização do consumidor. Depois, é necessário também oferecer uma modalidade de pagamentos à distância, para que o cliente nem mesmo precise entrar em contato com objetos que não a entrega em si.

Ainda, boa parte das pessoas considerou importante manter uma loja virtual ativa, com catálogo de seus produtos, e anunciar nas redes sociais. Sobre essa tendência, a qual vem sendo percebida inclusive por grandes conglomerados, você pode ler mais no post Interação com clientes via celular e Mobile Marketing.

Dada a situação financeira do país, toda alternativa que possa ser efetivada a imediatamente vale a pena. Isso, pois o levantamento da SumUp evidenciou também que mais de 70% dos comerciantes amargaram uma queda de mais de 60% na sua renda mensal.

Usar o WhatsApp permite interação instantânea

O WhatsApp já é conhecido de todos os brasileiros. Ele está presente em mais de 120 milhões de dispositivos móveis, o que, segundo estimativas, representaria 99% dos aparelhos celulares (possíveis) do país. No sentido de usar todas as ferramentas disponíveis para contornar as perdas financeiras da pandemia, uma nova tendência vem se destacando: usar o WhatsApp para interagir tal como se o cliente estivesse na loja.

Ainda que possa parecer estranho no primeiro momento, é exatamente isso o que está acontecendo. As videochamadas que tanto se popularizaram em tempos de pandemia agora servem a um propósito nobre em prol da salvação econômica do país.

Quando consumidores buscam por produtos que precisem ser vistos ou comparados, recebem uma ligação por vídeo dos vendedores e transitam pela loja com a câmera dos smartphones de quem está por lá. Desse modo, podem conferir todo o portfólio de um estabelecimento e escolher o produto ideal, ainda que a distância.

Leia também: Meu TIM Planos: baixe e faça planos para toda a vida

Vale a pena usar o WhatsApp para vender online?

Se você estiver se perguntando se vale a pena usar o WhatsApp para entrar em contato com seus clientes, saiba que a questão vai bem além disso. Não se trata exatamente de entrar em contato com seus clientes, mas de aproveitar a possibilidade de angariar novos clientes para sua marca, e talvez muitos.

Segundo dados da Neotrust / Compre&Confie, entre abril e junho o Brasil ganhou 5,7 milhões de novos compradores digitais no varejo. Além disso, 80.000 novas lojas virtuais foram lançadas durante a pandemia. Esses dados evidenciam todo o potencial que, apesar de minguado nas ruas, vem se expandindo por meio da internet.

Para entrar nessa onda é preciso ter internet

Se você pretende usar o WhatsApp para impulsionar suas vendas, então é essencial que conte com um bom plano de internet no celular. Isso, porque já imaginou chegar num canto da loja para apresentar um produto e o Wi-Fi do estabelecimento falhar?

Nessa hora, é bom pensar em tudo, pois perder alguns minutos que sejam de comunicação com o cliente podem ser o tempo necessário para perder uma venda importante.

Então, dê preferência aos planos de celular da TIM que te garantam redes sociais liberadas, tal como o Controle Redes Sociais. Além de usar o WhatsApp, você pode navegar em aplicações como Facebook e Instagram para anunciar seus produtos e criar lojas virtuais em seus marketplaces.

Além disso, é justamente do Facebook que sai uma plataforma para pagamentos online a qual pode ser conjugada com a versão Business do WhatsApp: trata-se, pois, da recente e inovadora Facebook Pay. Com ela, você permite que os pagamentos sejam realizados online, facilitando a transação.

Porém, se você quiser garantir planos que sejam realmente robustos e te deem liberdade para fazer videochamadas em razão de uma grande franquia de dados, então você deve optar por um dos planos da etiqueta TIM Black. Com sua reformulação recente, estão ofertando até 25GB de internet! Além disso, contam com benefícios exclusivos os quais fazem deles uma das melhores opções pós-pagas do país.

Use o WhatsApp e desfrute dessa tendência digital! Tenha novos clientes e atenda-os a distância, mantendo o distanciamento!

Leia mais: Como melhorar a internet: saiba como usar melhor o plano de dados

GARANTA AQUI SUA MELHOR OPÇÃO DE INTERNET MÓVEL

Se você gostou do nosso conteúdo, então acompanhe o Blog Mais TIM. Publicamos diariamente, pois você merece estar sempre bem informado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui